Você está em:
Início > Polêmicas > Horas antes de ataque terrorista, pastores intercederam por Barcelona

Horas antes de ataque terrorista, pastores intercederam por Barcelona

Igrejas evangélicas pedem oração pela cidade
O pastor espanhol Rafael Diaz, do ministério de Kairós, relatou ao site Mundo Cristiano que cerca de duas horas antes do ataque terrorista ocorrido nesta quinta-feira, ele e sua esposa sentiram que Deus os chamava a interceder por Barcelona, onde o casal mora.
Eles subiram até um monte e, conforme ele conta: “declaramos a benção sobre a cidade, pois entendíamos que era necessário cobri-la de orações e assim fizemos”.
Pouco tempo após voltarem para casa souberam que terroristas islâmicos atropelaram dezenas de pessoas em Rambla, a avenida mais simbólica de Barcelona. Ao todo, morreram 14 pessoas e 130 ficaram feridas. Quinze delas estão em estado grave no hospital.
Segundo a polícia, os jihadistas planejavam um ataque maior com explosivos, mas acabaram desistindo dessa ação.
Após perseguição policial, os cinco terroristas foram mortos a tiros. Quatro deles vestiam cinturões de bombas falsos. O atentado foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.
O pastor Diaz diz que as igrejas de Barcelona estão se organizando para se opor ao terrorismo: “a Igreja se dissocia de todos os atos violentos que implique o nome de Deus nesses tipos de atos terroristas. Estamos cuidando da cidade de Barcelona, ​ e nestes dias agiremos como Igreja pelo nosso nome e pelo Senhor.”
O líder religioso afirma ainda que as igrejas evangélicas estão pedindo orações pela cidade e que toda a população se sentiu afetada após o ataque. Ele se junta à Federação de Entidades Religiosas da Espanha, que fez um apelo pela união de todos os cristãos contra os “terroristas que buscam atemorizar, desestabilizar e dividir os cidadãos”.
Diaz ressaltou: “Estamos passando por coisas complicadas e outras coisas ainda podem acontecer. Há um risco, ainda estamos alerta. Existe esse espírito de medo e incerteza. Então, orem por Barcelona para que o Senhor possa colocar a sua mão e, de certa forma, cessar todos os que intencionam cometer essa barbárie”.
Segundo a polícia, as investigações ainda estão em andamento, mas sabe-se que pelo menos 12 pessoas faziam parte dessa célula terrorista. Entre os presos estão três marroquinos e um espanhol.

Deixe uma resposta

Top