Estupro Coletivo que Chocou a Índia e mudou a lei no País

image
Description

A lei ampliou a definição de estupro, endureceu as penas (notadamente para casos seguidos de morte) e tornou crime sexual ações como ataques com ácido (que vitima centenas de pessoas por ano no país, a grande maioria mulheres), assédio sexua.
A jornalista Vandana Vijay, do serviço indiano da BBC, diz que a sentença mínima para estupro coletivo, de menores e por policiais ou autoridades foi dobrada para 20 anos – até prisão perpétua.
Além disso, segundo as novas leis, a falta de resistência por parte da mulher não indica concordância com o ato.
Segundo especialistas, o caso não apenas mudou a legislação, mas virou uma espécie de “ponto de inflexão” no debate sobre violência sexual na Índia.
Nos dois anos seguinte ao caso, as queixas de estupro saltaram de cerca de 25 mil por ano (em 2012) para mais de 36 mil (em 2014). Ativistas dizem, porém, que as queixas continuam muito abaixo da realidade.

Elas confrontam uma forte cultura que, como no Brasil, culpa as vítimas pelos ataques.

youtube